Curso

Curso de Distúrbios de Aprendizagem e IndisciplinaO último curso, sobre Distúrbios de Aprendizagem e Indisciplina, foi um sucesso, clique aqui e veja fotos. Fique atento para novas datas e temas. Mande sua sugestão de tema.
Alteração na mordida? A respiração errada pode estar contribuindo: PDF Imprimir E-mail
Escrito por Dra. Thais   

    A respiração também é fundamental para o desenvolvimento e manutenção da saúde das estruturas orofaciais.    

    A respiração pelo nariz permite que o ar inspirado seja filtrado, aquecido e umedecido, além de ser um importante estímulo para o desenvolvimento da face e das estruturas orais , pois o uso correto da musculaturafacial estimula o crescimento ósseo harmonioso.Por outro lado, a respiração oral pode provocar alterações na musculatura, principalmente na musculatura da língua, podendo causar alterações na mordida.   

      No entanto, a maioria das pessoas não sabe a dimensão das conseqüências que a respiração oral pode causar e geralmente só procura ajuda quando já é difícil reverter totalmente as alterações diretamente ligadas ao problema respiratório inicial.    Uma das maiores preocupações na área infantil, em relação a respiração, reside nos 10 primeiros anos da criança. é nesta fase que os ossos de desenvolvem mais e a mordida de desenvolve com maior intensidade. Caso a criança esteja com o hábito de respirar pela boca nesta etapa de vida, a avaliação fonoaudiológica é fundamental para que a mordida não seja moldada negativamente pelos músculos da face e a força da língua; principalmente.

      Muitos pacientes que apresentam o quadro de respiração oral associado a alterações ortodônticas; apresentam, mordida Classe II de Angle, "a famosa mordida da Mônica" o principal tipo de má oclusão dentária referido pela literatura e detectado em nossa prática clínica.  

     As alterações mais freqüentes nas três classes de *Angle(*Classificação utilizada na ortodontia) foram: postura de lábios entreabertos, lábio inferior grosso e com eversão, tônus de lábio inferior flácido, flacidez de bochechas, músculo mentual com tônus rígido, mandíbula com postura de repouso aberta e língua com tensão diminuída. O tipo de má oclusão mais observado foi Classe II de Angle, 1ª divisão. A respiração oral pode vir acompanhada de quadros de alterações estruturais de órgãos fonoarticulatórios e más oclusões dentárias no período de crescimento facial, ressaltando a importância do trabalho multidisciplinar. 

       A precocidade na avaliação e no atendimento fonoaudiológico é imprescindível;  já que os prejuízos estarão mais agravados na medida em que o atendimento for tardio ou existirem predisposições genéticas para o seu desenvolvimento.  

      Como a respiração oral apresenta etiologias variadas e diversas conseqüências, a atuação de uma equipe multiprofissional é o mais indicado,pois somente por meio do trabalho em equipe é possível a resolução da respiração oral e a eliminação ou minimização de suas conseqüências . A equipemultiprofissional geralmente é composta por Otorrinolaringologista,fonoaudiólogo, ortopedista, funcional dos maxilares ou ortopedista facial; dentre outros.    

      Não espere muito tempo, não espere a alteração de mordida chegar primeiro. Se o que estiver causando a alteração na mordida for sua musculatura de rosto e interna a ela ou até mesmo uma respiração pela boca que esteja alterando até sua forma de mastigar e engolir; consute seu fonoaudiólogo de confiança. Procure a Blessclínica.com.br; marque sua consulta!!