Curso

Curso de Distúrbios de Aprendizagem e IndisciplinaO último curso, sobre Distúrbios de Aprendizagem e Indisciplina, foi um sucesso, clique aqui e veja fotos. Fique atento para novas datas e temas. Mande sua sugestão de tema.
Conhecendo o melhor da tecnologia por sua audição: PDF Imprimir E-mail
Escrito por Dra. Thais   

O implante coclear é um dispositivo eletrônico de alta complexidade tecnológica,também conhecido por ouvido biônico, este dispositivo consiste em, eletrodos minúsculos implantados cirurgicamente na cóclea, situada no interior da orelha , um receptor inserido no crânio, atrás e acima da orelha. Um microfone, um processador de som e um transmissor são usados externamente.O componente interno possui uma antena interna com um ímã, um receptor estimulador e um feixe de eletrodos, envolvido por um tubo de silicone fino e flexível. uma cirurgia, o dispositivo da antena e do ímã fica sob o couro cabeludo, ancorado no crânio, que é levemente escavado e o filamento de eletrodos é introduzido na cóclea. Já o dispositivo externo do implante, é composto por microfone direcional, processador de fala, antena transmissora e dois cabos. O propósito da estimulação elétrica do nervo auditivo é substituir a estimulação que deveria ser feita pelas células ciliadas internas, mas que não ocorre devido ao mau funcionamento ou a inexistência dessas células.

A cirurgia efetuada, ocorre por meio da introdução do dispositivo da antena e do ímã fica sob o couro cabeludo, ancorado no crânio, que é levemente escavado e o filamento de eletrodos é introduzido na cóclea. Já o dispositivo externo do implante, é composto por microfone direcional, processador de fala, antena transmissora e dois cabos.Um mês após a cirurgia de implante, o paciente recebe o componente externo e o dispositivo é ativado. A partir de então, a pessoa ouve pela primeira vez ou volta a ouvir.

Atualmente existem no mundo, mais de 60.000 usuários de implante coclear.

O funcionamento do implante coclear difere do Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI) mais comumente chamada como prótese auditiva ou aparelhinho auditivo pela população em geral. O AASI amplifica o som e o implante coclear fornece impulsos elétricos para estimulação das fibras neurais remanescentes em diferentes regiões da cóclea, possibilitando ao usuário, a capacidade de perceber o som.

O implante coclear é  visto como uma boa opção aos portadores de deficiência auditiva neurossensorial de severa a profunda, para os quais o ganho do AASI não é suficiente para compreensão dos sons da fala, ou mesmo que escutando alguns sons, essa sensação não é suficiente para o uso social ou profissional.

Critérios básicos de indicação do implante coclear:


Pacientes pré-linguais (que não desenvolveram a linguagem oral):


Deficiência auditiva neurosensorial bilateral de grau severo a profundo, com reabilitação fonoaudiológica efetiva há pelo menos 3 meses (crianças de 0 a 18 meses) ou desde a realização do diagnóstico (crianças maiores de 18 meses), que não se beneficiarem do aparelho de amplificação sonora individual (AASI). De preferência, em crianças, a idade ideal é até 2 anos de idade, sendo que quanto mais precocemente o paciente é implantado, mais satisfatórios serão os resultados obtidos.


Entre 2 e 5 anos os resultados também podem ser bons, porém são inferiores e não tão satisfatórios quanto  aos pacientes implantados até 2 anos.


De  5 anos  em diante , os pacientes também podem ser implantados, porém os resultados dependerão de outros fatores como o grau de desenvolvimento da linguagem já adquirida e do trabalho de estimulação auditiva desenvolvida anteriormente, bem ocmo o  como uso de prótese auditiva e capacidade de realização de leitura orofacial e/ou  linguagem de sinais, caso tenh a sido trabalhada.


Pacientes pós-linguais:

Deficiência auditiva neurossensoral bilateral de grau severo a profundo que não se beneficiarem do aparelho de amplificação sonora individual/ prótese auditiva (AASI), ou seja, apresentarem escores inferiores a 50% em testes de reconhecimento de setenças (IRF) em testes logoaudimétricos em cabine/ com o uso da melhor propetização bilateral possivel.


Sendo assim, não existe limite de tempo para a realização do implante coclear neste grupo, no entanto, quanto maior o tempo de surdez, piores serão os resultados.

Consulte seu fonoaudiólogo, ele será sempre seu melhor amigo!!Visite também seu otorino frequentemente....Cuide de sua audição!

Agende seu horário conosco pelo: 35 3821 7156 e maruqe seu horário na BLESS CLINICA DE LAVRAS MG - Sua Saúde , nossa vida!!.